Bem-vindo! Home Quem Somos/Pastores Que Cremos Como Chegar Mensagens mp3 Downloads Escolas Novidades

  Evangelho Pleno

Uma Igreja Missionária! Uma Igreja em Movimento!

 

    Home  
Quem Somos/Pastores
Que Cremos
Escolas
Mensagens em Áudio
Como Chegar

Downloads

    Temor - Santidade - Adoração - Trabalho - Comunhão - Evangelismo

 

Cristo Vive Evangelho Pleno Sua Igreja de Aliança em Campinas

Fique Ligado!

 
 

Nossos Costumes e o Que Cremos

 

NOSSOS COSTUMES

01- PORQUE APLAUDIMOS EM NOSSOS CULTOS E CANTAMOS COM PALMAS NAS MÃOS?

As palmas são uma das ferramentas universalmente usadas para louvor, tanto de pessoas, quanto a divindades. Não aplaudimos pessoas ou qualquer forma de outras divindades, senão, ao Nosso Senhor Jesus Cristo, pois somente Deus merece nosso louvor. Quando aplaudimos a Deus nós cumprimos uma ordenança bíblica registrada no livro de Salmos 47:1. Veja também Apocalipse 7:9.

02- PORQUE LEVANTAMOS OS MÃOS EM NOSSOS CULTOS?

Mãos levantadas significa rendição. Quando levantamos nossas mãos ao Senhor, significa que nos rendemos (nos submetemos) a Ele e que Ele é nosso único Senhor. Veja as referencias bíblicas a seguir. Salmo 141:2; Salmo 28:2.

03- PORQUE LOUVAMOS TAMBÉM COM EXPRESSÃO CORPORAL?

A expressão corporal é algo muito comum na vida de uma pessoa viva. Usamos expressão corporal quando estamos ensinando, explicando algo, quando simplesmente conversamos com alguém. Estamos sempre gesticulando. Quando estamos alegres, é comum vibrarmos por dentro e esta vibração gera um movimento físico espontâneo. Quando louvamos, nós damos nosso melhor para nosso Deus! Veja estas expressões corporais em alguns trechos da bíblia: Êxodo 15:20 – Juízes 11:34 – I Samuel 21:11 – Salmo 149:3 Salmo 150:4 – Jeremias 31:4 – II Samuel 6:14,15.

04- PORQUE UTILIZAMOS INSTRUMENTOS VARIADOS EM NOSSO LOUVOR?

Como dissemos, fazemos o melhor para nosso Deus. O Senhor não faz acepção de instrumentos na bíblia e nem mesmo tem censurado qualquer que seja, muito pelo contrário, na palavra encontramos uma infinidade de instrumentos usados para louvar ao senhor. Veja alguns nas referencias bíblicas: II Samuel 6: 5 – I Samuel 18:6 – II Samuel 6:5 – I Crônicas 15:16 -  I Crônicas 16:42 – Salmo 150:4.

05- PORQUE FALAMOS EM OUTRAS LÍNGUAS EM NOSSAS ORAÇÕES?

Línguas estranhas é uma dádiva de Deus (I Coríntios 12:10) aos crentes que pelo Espírito Santo nos capacita a falar uma língua não conhecida pelos homens (I Coríntios 14:2) e somente entendida através do conhecimento concedido pelo Senhor. Falamos línguas estranhas, para nossa edificação pessoal (I Coríntios 14:4). Para edificação da igreja. (I Coríntios 14:5). Falamos línguas porque o Senhor disse: ...”e não proibais o falar em línguas.” I Coríntios 14:39.

06- PORQUE SOMOS UMA IGREJA DE ALIANÇA QUE PRIORIZA A FAMÍLIA?

O propósito da família é atender as necessidades do ser humano na comunhão, educação, ensino, companheirismo, segurança, preservação da espécie, etc. Isso acontece em um ambiente de amor e reciprocidade. Na igreja você encontra tudo isso além de condições para desenvolver-se no caminho do Senhor Jesus, o dono da igreja. No salmo 68:6 está escrito uma referencia que se cumpre na igreja: “Deus faz que o solitário viva em família;...” Nos propomos andar em aliança com Deus e com você, ser uma família para você, caminhando juntos, lutando juntos e vencendo juntos no nosso Senhor.  

07- PORQUE NÃO PROIBIMOS O USO DE JÓIAS AOS NOSSOS MEMBROS?

Nossa  resposta é simples: “Porque a bíblia não proíbe.” Nossa visão é subistituir o verbo “proibir” pelo verbo “instruir”.  Ensinamos conforme as escrituras que deve-se vestir-se com modestia e decencia. Nunca vestir-se para seduzir ou ostentar e nunca dar a beleza exterior maior valor que a beleza interior. 1 Timóteo 2:9-10 e 1 Pedro 3:3, estes dois textos falam sobre a questão e em nenhum momento proibem o uso de jóias. Além disso, encontramos na bíblia uma infinidade de refencias que mostram o uso de jóias por homens e mulheres de Deus e até jóias sendo ofertadas para construção do templo de Deus. Veja Gênesis 24:53, Gênesis 41:42, Números 31:50, Êxodo 35:22

 

O QUE CREMOS

 

1 - A BÍBLIA - AS ESCRITURAS SAGRADAS

Cremos que a Bíblia, as Escrituras Sagradas, é o meio pelo qual Deus se revelou ao homem. Revela os propósitos de Deus, a queda do homem perante Deus, a necessidade de arrependimento do homem quanto a ser pecador, a salvação em Jesus Cristo, o destino final do homem e do mundo segundo a soberania de Deus. Declara princípios de vida, aos quais devemos viver, e é padrão de vida e conduta para o homem. Deus, através do seu Santo Espírito, inspirou o homem a colocar no papel a revelação do verdadeiro autor, Deus. A própria Bíblia contém os princípios orientadores para melhor interpretação e compreensão dela mesma.

2 - DEUS

Cremos que há um só Deus, Vivo e Verdadeiro, criador dos céus, da terra e de tudo o que neles há. Cremos ser Eterno, Onisciente, Onipresente e Onipotente. Santo e Todo Poderoso, dígno de toda honra, glória e obediência. A Bíblia não procura provar a existência de Deus, por ser Ele, Eterno e Soberano, no entanto declara a insensatez de quem ignora a existência dEle. Deus revela-se como Pai e Criador de todas as coisas. É soberano e reina sobre tudo e sobre todos.

3 - O HOMEM

Deus criou o homem à Sua imagem e semelhança. Formou o seu corpo do pó da terra, inspirou-lhe o sopro de vida, passando o homem a ser alma vivente. Deus abençoou o homem e deu-lhe fecundidade, domínio, sustento, trabalho, responsabilidade e liberdade. O homem foi criado para manifestar a glória e o poder de Deus e ter comunhão com Ele. Foi criado com capacidade espiritual, intelectual e física, tendo condições para analisar e julgar os fatos. Pode discernir o bem e o mal e tomar decisões tanto física, moral ou espiritual.

4 - O PECADO

O homem foi criado em estado de pureza e porisso tinha comunhão com Deus. Tentado pela serpente, desobedeceu a Deus, comendo do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal, perdendo a comunhão com Deus. Por causa da queda de Adão e Eva, como consequência, todos temos uma natureza pecaminosa e somos inclinados à prática do mal. Separados de Deus, o homem não tem como salvar-se a sí mesmo e sofre os efeitos do pecado: culpado diante de Deus; sem comunhão com Deus; morto espiritualmente; sofre as consequências de um mundo no malígno; escravo moral, físico e espiritual; traz sobre sí a herança do pecado de Adão e Eva e só pela graça e misericórdia de Deus pode ser salvo.

5 - A SALVAÇÃO

Deus concede a salvação para o homem através da sua graça e misericórdia. Para isso o homem deve se arrepender de seus pecados, confessá-los, exercer a sua fé em Jesus Cristo, entregar a sua vida à Ele e reconhecê-lo como Salvador e Senhor. Jesus Cristo derramou o seu sangue pelo homem para remissão de seus pecados, porisso a salvação é individual e depende da decisão íntima de cada um. É uma graça ofertada com amor, pelo Deus criador, que rejeita o pecado, mas redime o pecador arrependido. O Plano de Salvação inclui a regeneração, a justificação, a santificação e a vida eterna em Cristo Jesus.

6 - O BATISMO

É ordenança do Senhor Jesus Cristo, consistindo na imersão do crente na água, declarando ser Jesus Cristo seu único e suficiente Salvador. Simboliza a morte do velho homem e a ressurreição para uma nova vida em Jesus. Identifica o cristão com a morte e ressurreição de Jesus Cristo. É condição básica para ser membro da Igreja e deve ser realizado conforme consta em Mt 28.19. Por exigir o reco-nhecimento do pecado e da necessidade de arrependimento de seus pecados, cremos que é um ato pessoal, de própria escolha, não sendo porisso indicado para crianças que não possam assumir esse compromisso com plena consciência das suas implicações. O batismo nas águas é condição preliminar imprescindível para que possa participar da Ceia do Senhor.

7 - A CEIA DO SENHOR

É a celebração do ato redentor de Jesus Cristo através do pão e do vinho. O pão representa o Seu corpo entregue na cruz pelos nossos pecados e o vinho, Seu sangue derramado por nós e que nos dá nova vida. Deve ser celebrado até a volta de Jesus. Somente participam da Ceia aqueles que estão em comunhão com o corpo de Cristo: a Igreja.

8 - MORDOMIA

Cremos que o cristão é um mordomo, pois todas as coisas pertencem a Deus. Todas as bençãos, materiais ou espirituais procedem de Deus, porisso todo nosso viver é Dele e para Ele. Se somos de Deus, somos administradores da vida, dos dons, do tempo, dos bens e de todos os recursos naturais que Deus tem nos confiado. Segundo a Bíblia os dízimos e as ofertas são destinadas ao sustento da obra, evangelização, missões, despesas materiais para manutenção da Igreja, obreiros, viúvas, órfãos, necessitados e carentes pertencentes à Igreja. O exercício da mordomia deve ser com prazer e alegria.

9 - A IGREJA

A Igreja é a congregação local de pessoas regeneradas, batizadas e submissas ao Senhor Jesus Cristo, vivendo em uma aliança de amor e perdão, na comunhão do evangelho e submissos aos preceitos ordenados por Jesus Cristo. Entre seus propósitos, a Igreja tem por objetivo congregar os fiéis para incentivar o estudo da Palavra de Deus, a adorá-lO e louvá-lO em todas as situações da vida, aprendendo a vencer toda luta, cilada ou provação e a glorificar a Deus tanto nos bons momentos como nos momentos difíceis; anunciar a todos os que estão ao nosso redor de que Jesus Cristo é o Messias prometido que veio para salvar o mundo, tanto para os judeus como para os não judeus; a família é a base da Igreja, e porisso deve ser fortalecida, restaurada e tratada para que produza frutos dignos de Deus; a Igreja é o braço missionário dos céus e deve anunciar ao mundo que Deus ama e quer salvá-lo.

10 - VIDA CRISTÃ

Cremos que o cristão deve ser "sal da terra" e "luz do mundo" como Jesus assim expressou, e foi deixado neste mundo para ser referencial àqueles que vivem no mundo e não conhecem a Deus. Por esta razão, temos que ter o caráter de Jesus e viver como Jesus viveu na terra, manifestando o amor e o perdão do Pai. Temos que ser participantes da sua santidade separando-nos dos desejos do mundo, crescendo na fé, no amor, no poder, nas orações e no serviço cristão. O verdadeiro caráter do cristão se manifesta no viver diário em seu relacionamento com o mundo.

11 - BATISMO NO ESPÍRITO SANTO

Cremos que o Batismo no Espírito Santo é uma experiência real e definida, prometida a todos os cristãos em todas as épocas. O Batismo no Espírito é uma experiência separada e distinta da obra regeneradora e salvadora, sendo portanto uma experiência para aqueles que já são salvos e redimidos. A função do Batismo no Espírito Santo é revestí-lo de poder e autoridade para o pleno exercício da vida cristã e a manifestação do poder de Deus através dos dons espirituais concedidos pelo Espírito Santo a cada um, segundo  necessidade do momento e tendo um fim proveitoso. Os dons espirituais são ferramentas especiais concedidas por Deus para a edificação do Corpo de Cristo. Por esta razão deve ser buscado com dedicação e temor.

12 - UNÇÃO

Cremos que a unção com óleo é prática bíblica desde o Velho Testamento e portanto válida para os nossos dias. Tem por objetivo o sentido de consagração, purificação e cura. Entendemos que não há um poder sobrenatural no óleo em sí mesmo, mas no exercício espiritual pelo cumprimento da Palavra de Deus, unida à fé no poder de Deus.

13 - CURA DIVINA E MILAGRES

Cremos que Jesus Cristo é o mesmo ontem, hoje e eternamente e que a Igreja foi constituída para dar continuidade à sua obra e seu ministério, sendo a cura divina e os milagres uma parte do testemunho do poder de Deus, operados através da Igreja.

14 - EVANGELIZAÇÃO E MISSÕES

Cremos que Deus tem colocado a Igreja sobre a face da terra para ser a agência do Reino de Deus para os homens. É dever da Igreja, e por consequência de todos os cristãos proclamar o Evangelho do Reino a todos aqueles que estão ao nosso alcance, tanto perto, como longe, ensinando-os a guardar tudo quanto Jesus ensinou. Discipulá-los e batizá-los tornando-os parte integrante do corpo de Cristo na terra que é a Igreja. Devemos alcançar todas as nações, povos, tribos e raças.

15 - A FAMÍLIA

Cremos que a família foi instituida por Deus. Sua base é o casamento monogâmico que deve ser por toda a vida, somente sendo rompido pela morte. O propósito da família é atender as necessidades do ser humano na comunhão, educação, ensino, companheirismo, segurança, preservação da espécie, etc. A família é a célula básica da Igreja e entendemos que com famílias fortes a Igreja será forte.

16 - A MORTE

O ser humano está destinado a voltar a ser pó. Isto diz respeito somente ao seu corpo, pois ao seu espírito, Deus destinou retornar para Ele. Com a morte física fica selado o destino eterno de cada pessoa. Aqueles que entregaram suas vidas a Jesus Cristo e confessaram ser Ele Senhor e Salvador de suas vidas a morte deixa de ser uma tragédia e torna-se uma felicidade, pois estará eternamente na presença de Deus. Os incrédulos, no entanto, estarão eternamente separados de Deus. Na Bíblia encontramos claramente o ensino de que aqueles que morrem irão cada um para um lugar definido, sendo que há um abismo entre esses lugares, do qual um não poderá passar para o outro, e não há como os mortos se manifestarem aos vivos.

17 - O PORVIR

Cremos que a segunda vinda de Jesus Cristo, o Messias prometido, é iminente. Segundo a Bíblia, onde registra as próprias palavras de Jesus, ninguém sabe quando se dará tal acontecimento. No entanto, Jesus deu sinais que nos mostram que seu retorno entre nós está próximo. Quando tal acontecer, aqueles que morreram em Cristo ressuscitarão de entre os mortos, e aqueles que estiverem vivos serão transformados e todos subiremos para nos encontrar com Jesus nos ares. Cremos que Jesus consumará sua vitória sobre o anti-Cristo, a besta e o falso profeta. Cremos que Jesus reinará por mil anos, o chamado Milênio, cumprindo o que era esperado em Adão, e após haverá o Juízo Final. Cremos no Céu, como lugar de habitação da Glória de Deus e que será morada de todos aqueles que entregaram suas vidas à Jesus Cristo e consequentemente tornaram-se filhos de Deus e aí viverão eternamente.

 

Venha celebrar a Deus conosco!

 

 

 

  Evangelho Pleno
     Vivendo em Aliança!

Av. Marginal, 264 Campinas - São Paulo - Brasil
(19) 3014 1202 - 3276 7430

 ©  All rights Reserved 

 
Doação Missionária para
Missão Terra Internacional
Ajude a Obra Missionária